Estado:

Amazonas
Divisão:

Nenhuma

Manaus (AM)
Cidade

02/ago/1939
Data de Fundação

Profissional
Situação da Equipe

Estadual

Reputação


Diabo

Mascote

América-AM

América Futebol Clube
Web: Não tem

Foi fundado em 1939, dentro da família Teixeira, em Manaus. Teve seus primórdios no Colégio Dom Bosco, no Centro de Manaus, na década de 1930. No início, com garotos humildes. Era a chance que teriam jogando o futebol. Com o passar dos anos, os irmãos Teixeira, souberam continuar o trabalho e levaram o América a primeira divisão da Antiga FADA (Federação Amazonense de Desportos Atléticos).
O América manteve o mesmo treinador por cinquenta anos: Amadeu Teixeira, substituído em 2006 por Artur Teixeira.
A equipe havia disputado o Brasileiro apenas em 1981, quando foi eliminado pelo Izabelense-PA. Na época a competição era chamada de Taça de Bronze, equivalente a 3ª Divisão.
Em 2008, empresários resolveram patrocinar o clube, os resultados foram logo sendo vistos, já que o América que havia terminado entre os últimos nos anos anteriores acabou a competição em 6° lugar com direito a uma goleada de 9x1 sobre o Rio Negro.
No ano de 2009, ninguém esperava nada do América que terminou a Taça Estado do Amazonas apenas em 5° lugar. Na Taça Cidade de Manaus o clube teve uma campanha memorável. O América entrava como zebra, porém o clube venceu o Princesa por 3x1 no Vivaldão e se garantiu na final. Outra vez, entrava desfavorecido, o clube enfrentaria o Nacional, e o clube rival sempre foi o adversário a ser batido no estado. O primeiro jogo mostrou-se bastante dividido, porém no segundo o América mostrou superioridade e aplicou um 3x0 no clube azulino.
Em 2010, na Copa do Brasil, é eliminado para o Santa Cruz por 1x0 e 3x0. Pelo Campeonato Amazonense, não consegue repetir o sucesso e terminando no 6º lugar.
Também em 2010, anuncia a mudança de seu nome para Manaus Futebol Clube. As cores passaram para preto e verde. No dia 21 de junho do mesmo ano, a diretoria voltou atrás, alegando não ter conseguido investimentos, o time cancelou o projeto Manaos.
Na disputa da Série D, com um time modesto, acreditava-se que o América não chegaria muito longe. Mas com todas as adversidades, o time demostrava garra e empenho conforme ia conseguindo classificação, e ao vencer o Joinville por 2x1 e empatar por 1x1, o time alcança o que é por enquanto, o maior feito de sua história, que é o acesso à Série C de 2011. Não satisfeito, o time do América consegue outra façanha, a primeira vez que um clube do Amazonas participou de uma final de uma competição nacional. O adversário foi o Guarany de Sobral. Entretanto, não repetiu as boas atuações, 1x1 e 1x4, e ficou com o vice campeonato.
Depois, veio a decepção, que foi punido pelo STJD, com pena de seis pontos mais multa. Após o vice campeonato a equipe perdeu a vaga na Série C em 2011.
Foi punido por ter escalado um jogador irregular. No primeiro julgamento, foi absolvido, no entanto o Joinville recorreu e com a punição para o America, o Joinville ficou com a vaga.
Em 2011, voltou a fazer uma má campanha, lutando contra o rebaixamento, porém, obteve exito e escapou, mas, em decorrente dividas da Série D, pediu afastamento por tempo indefinido do estadual.


Uniformes

Estádio
SESI
Estádio Roberto Simonsen
Manaus (AM)

5.000 pessoas
Capacidade
1980
Inauguração
105 x 70 m
Gramado
SESI
Proprietário
 
 

Títulos

Nacionais:
1 Vice Campeonato Brasileiro da Série D: 2010

Estaduais:
6 Campeonatos Amazonense: 1951, 1952, 1953, 1954, 1994, 2009
2 Amazonenses da 2ª Divisão: 1960, 1962
4 Torneios Início: 1955, 1965, 1986, 1996
1 Torneio Presidente Castelo Branco: 1964

 
Última atualização: janeiro/2016
© Desde 2008 | POR COLEÇÃO DE CLUBES | criado por www.casadaideia.com.br - Todos os direitos reservados.