Estado:

Amazonas
Divisão:

Nenhuma

Coari (AM)
Cidade

06/jan/1977
Data de Fundação

Licenciado
Situação da Equipe

Estadual

Reputação


Gavião

Mascote

Grêmio Coariense

Grêmio Atlético Coariense
Web: Não tem

O Grêmio Coariense foi fundado em 1977. Após várias disputas no futebol amador, o tricolor ganhou vários títulos na cidade, principalmente nos anos 90. Em 1991, por ocasião do Torneio da Amazônia, ajudou a Seleção Local a jogar contra o São Raimundo.
Em 2003, participou da Copa Integração e chegou ao vice-campeonato, 0x0 e 0x1, perdendo para o Sul América.
Em fins de 2003, a diretoria do clube inscreveu o Grêmio no profissionalismo e em 2004 já jogava em tal situação. No primeiro campeonato, logo a grata surpresa de ser vice campeão estadual, alem de levantar a Taça Estado do Amazonas e ganhar uma vaga para o Campeonato Brasileiro de Futebol da Série C do mesmo ano.
Em 2004, pela primeira vez, um clube da cidade disputava o Campeonato Amazonense. O Coariense foi a grande surpresa do Campeonato Amazonense, no Primeiro Turno, garantiu-se na final, a qual perdeu para o São Raimundo. Com o vice campeonato, ganhou o direito de disputar a Série C do Brasileiro, e nessa estreou vencendo o Rio Branco-AC em Rio Branco por 1x0, e passou pela primeira fase em primeiro lugar. Mais tarde, foi eliminado pelo mesmo Rio Branco nas Oitavas de Final nos pênaltis, ficando com um honroso 10º lugar.
Em 2005, o clube foi o primeiro campeão amazonense sediado em uma cidade do interior. O clube foi campeão vencendo os dois turnos e levando a taça.
Depois de 3 anos atuando no futebol profissional, pediu licença em 2007 alegando dificuldades financeiras e falta de apoio no município de Coari.
Em 2007, após o pedido de licença do Grêmio Coariense, a prefeitura de Coari decidiu demolir parte do estádio para ampliação do cemitério municipal. A alegação era que não havia espaço suficiente para sepultar outras pessoas.
Em 2010, decidiu retomar as atividades no futebol profissional, com o objetivo de disputar a 2ª Divisão do Campeonato Amazonense. O clube disputou a competição e ficou em terceiro lugar, a sua vaga na primeira divisão seria assegurada com a desistência do Compensão Esporte Clube. Porém, o Gavião não pode participar por erros da Federação Amazonense que dificultaram a participação, que já estava estruturado para a disputa, sendo que o campeonato correu com 9 clubes apenas.
Em 2011, o Coariense estava mais uma vez se preparando para a disputa, e chegou ao acesso vencendo o Segundo Turno (Taça FAF), que também o garantiu na final e consequentemente o título. A final que deu o título ao Coariense foi contra o CDC Manicoré, 1x0 e 3x0. Apos o título, o banho de água fria, o clube foi punido por escalação de jogador com irregularidades perante a Federação, o clube perdeu os pontos e consequentemente o acesso, o título e multa de R$20 mil já que foi constatada fraude na documentação do atleta que foi banido do futebol profissional.


Uniformes

Estádio
Chicão
Estádio Municipal Francisco Garcia
Rio Preto da Eva (AM)

8.000 pessoas
Capacidade
2007
Inauguração
105 x 70 m
Gramado
Municipal
Proprietário
 
 

Títulos

Estaduais:
1 Campeonato Amazonense: 2005
1 Taça TJD/FAF: 2011

Outras Conquistas:
1 Vice-Campeonato Amazonense: 2004
1 Vice-Campeão da Taça FAF: 2010

 
Última atualização: dezembro/2015
© Desde 2008 | POR COLEÇÃO DE CLUBES | criado por www.casadaideia.com.br - Todos os direitos reservados.