Estado:

Espirito Santo
Divisão:

Primeira Divisão

Cariacica (ES)
Cidade

17/jun/1963
Data de Fundação

Profissional
Situação da Equipe

Nacional

Reputação


Maquinista

Mascote

Desportiva Ferroviária

Associação Desportiva Ferroviária Vale do Rio Doce
Web: www.desportivaoficial.com

A Associação Desportiva Ferroviária Vale do Rio Doce, é conhecida nacionalmente como Desportiva Ferroviária e surgiu do resultado da da fusão de vários outros clubes controlados pela Companhia Vale do Rio Doce no ano de 1963.
Com a instalação da superintendência da Companhia Vale do Rio Doce, surgiram algumas equipes ligadas à empresa, formadas em sua maioria por trabalhadores. Em 1943 foi fundada a AA Vale, formado por empregados dos escritórios em seguida foram criados o Ferroviário SC, por trabalhadores do setor de transporte, a AA Cauê, formado por trabalhadores vindos da região de Itabira-MG, o EC Guarany e da AE Valeriodoce, clubes formados por trabalhadores da empresa em Itaciba e por fim a equipe do Cruzeiro. Porém, nenhum destes clubes apresentava resultados. Foi quando a empresa que tomou a iniciativa de fomentar a união. A rivalidade entre os clubes acabou sendo um dos maiores empecilhos. Após várias reuniões foi aprovada a fusão das equipes, nascia no dia 17 de junho de 1963 a Associação Desportiva Ferroviária Vale do Rio Doce.
Durante muitos anos, a Desportiva foi o primo-rico do futebol capixaba, pois além do patrimônio doado, a Vale do Rio Doce ainda pagava todas as despesas do estádio e descontava na folha de pagamento de milhares de ferroviários as mensalidades para o clube. Como resultado, a Desportiva passou a ser um páreo duro para o antigo papa-títulos capixaba, o rival Rio Branco.
Entre 1967 e 1968, a Desportiva marca sua história no Brasil, a maior série invicta da história do futebol brasileiro até então, 51 jogos, recorde quebrado em 1977 pelo Botafogo. Até hoje a Desportiva possui a terceira maior série invicta do futebol nacional.
Em 1973, a Desportiva estreou no Campeonato Brasileiro e, para atrair o público, contratou Fio Maravilha. Durante os anos de 1973 e 1982 permaneceu disputando a primeira divisão nacional, tendo seu melhor resultado em 1980, com o 15º lugar. Quando o Brasileiro foi dividido em Séries A e B, em 1983, o representante capixaba acabou na Série B, retornando em 1985 e em 1993. Na Série B esteve perto do retorno, em 1994, eliminado nas semifinais pelo Goiás, e em 1998, quando foi ao quadrangular, mas acabou superado por Gama e Botafogo-SP.
Em 1999, por resultado da fusão com o grupo Villa-Forte após longas negociações, anunciou o início de uma nova fase: a de clube-empresa, conforme a Lei Pelé e passando a chamar-se Desportiva Capixaba SA. Em 2011, foi anunciado que a equipe volta a ser a Desportiva Ferroviária, devido ao não pagamento de ações pelo grupo Villa-Forte. A Desportiva Capixaba ficou com 10% das ações do clube, enquanto a Ferroviária ficou com 90%.
Em 2013 a consagração do retorno veio com o título do Campeonato Capixaba, contra o Aracruz no Estádio do Bambu, que garantiu o fim do jejum estadual da Tiva que durava 13 anos.


Uniformes

Estádio
Engenheiro Araripe
Estádio Engenheiro Alencar Araripe
Cariacica (ES)

7.700 pessoas
Capacidade
1966
Inauguração
110 x 77 m
Gramado
Próprio
Proprietário
 
 

Títulos

Estaduais:
18 Campeonatos Capixaba: 1964, 1965, 1967, 1972, 1974, 1977, 1979, 1980, 1981, 1984, 1986, 1989, 1992, 1994, 1996, 2000*, 2013 e 2016
2 Copas Espírito Santo: 2008* e 2012
1 Torneio Início do Espírito Santo: 1967
1 Copa dos Campeões: 2014
2 Campeonatos Capixaba da 2ª Divisão: 2007* e 2012
*Títulos conquistados como Desportiva Capixaba

Municipais:
2 Taças Cidade de Vitória: 1966 e 1968

 
Última atualização: julho/2016
© Desde 2008 | POR COLEÇÃO DE CLUBES | criado por www.casadaideia.com.br - Todos os direitos reservados.