O Estado

O Pará, topônimo de origem tupi e significa mar, é uma das 27 unidades federativas do Brasil. É o segundo maior estado do país, sendo um pouco maior que Angola. Está situado no centro da Região Norte e tem como limites o Suriname e o Amapá a norte, o oceano Atlântico a nordeste, o Maranhão a leste, Tocantins a sudeste, Mato Grosso a sul, o Amazonas a oeste e Roraima e a Guiana a noroeste.
A capital é Belém e outras cidades importantes são Santarém, Ananindeua, Marabá, Altamira, Itaituba, Castanhal, Abaetetuba, Barcarena e Tucuruí. O relevo é baixo e plano; 58% do território se encontra abaixo dos 200 metros. As altitudes superiores a 500 metros estão nas serras de Carajás, Caximbo e Acari.
Os rios principais são os rios Amazonas, Tapajós, Tocantins, Jari e Pará.
A economia se baseia no extrativismo mineral (ferro, bauxita, manganês, calcário, ouro, estanho) e vegetal (madeira), na agricultura, na pecuária e nas criações, na indústria e no turismo.
A mineração é atividade preponderante na região sudeste do estado, sendo Marabá a principal cidade que a isso se dedica. As atividades agrícolas são mais intensas na região nordeste do estado, onde destaca-se o município de Castanhal; a agricultura também se faz presente, desde a década de 1960, ao longo da malfadada Rodovia Transamazônica (BR-230). A cidade mais populosa é a capital Belém e outras que são importantes para a economia do estado são Ananindeua, Santarém, Marabá, Castanhal, Abaetetuba, Bragança, Tucuruí, Parauapebas, Barcarena , Redenção, Salinópolis que se destacam no turismo, na indústria e no comércio.
A Culinária paraense possui grande influência indígena. Os elementos encontrados na região, formam a base de seus pratos, o que deixa os gourmets maravilhados pela alquimia utilizada na produção destes pratos exóticos. Os nomes dos pratos são tão exóticos quanto seu sabor, já que são de origem indígena.
Belém
Capital

Paraense
Habitante

Norte
Região

1.247.954 km²
Área

8.175.113 hab
População (2015)

144
Número de Municípios

PA
Sigla

Pará



Federação Paraense de Futebol
Sede: Belém (PA)
Fundação: 01 de dezembro de 1969
Web: www.fpfpara.com.br

  • Equipes

    73

  • Escudos

    109

  • Estádios

    41

  • Uniformes

    107

  • Mascotes

    29

  • Finalizados

    61,9%

Dentre os modismos importados da Europa, o futebol chega em Belém antes mesmo do século XX, com ele uma série de modificações nas relações e construções culturais da sociedade paraense, isto é, a entrada do futebol em Belém do Pará ocorre por volta de 1896, onde algumas partidas desse esporte já estavam sendo praticadas na área da Praça Batista Campos.
Os ingleses se destacaram como o grupo de estrangeiros que tiveram grande importância para o desenvolvimento dessa prática esportiva no Estado do Pará, contribuindo de forma direta para o começo das ligas de futebol na capital, pois, muitas famílias abastadas mandavam seus filhos para estudar na Europa devido à própria facilidade de locomoção para o Velho Continente e também pelo contato com os funcionários das companhias comerciais, telegráficas, energia elétrica, dentre outras empresas estrangeiras, que mantinham ligações econômicas com a região, proporcionando um desenvolvimento do “soccer” na capital do estado.
Dessa maneira, é possível perceber que o contato com sujeitos sociais que possuíam tradições esportivas ligadas à modernidade possibilitou aos belenenses, isto é, os que tinham ligações com estas empresas estrangeiras e a juventude dos setores mais abastados da sociedade que podiam estudar na Europa, a participação como agentes preponderantes para que as primeiras jogadas do futebol ocorressem na capital.

Ligas e Federações - A principal entidade do futebol paraense foi fundada por um grupo de desportistas em 1969, e instalada em 02 de julho de 1970.

1908 - Nacional Foot-Ball Association
1913 - Liga Paraense de Futebol
1917 - Liga Paraense de Futebol Esporte Terrestre
1928 - Federação Paraense de Desportos
1932 - Liga Atlética Paraense
1941 - Federação Paraense de Desportos (2ª Entidade fundada com a mesma denominação)
1970 - Federação Paraense de Futebol.

O Pará foi o quarto estado do Brasil a organizar um campeonato de futebol, atrás somente de São Paulo (1902), Bahia (1905) e Rio de Janeiro (1906). A primeira edição do Campeonato Paraense aconteceu em 1908 e foi vencida pelo União Sportiva que ficou com a Taça Pará. A competição contou com as participações de quatro agremiações: Sociedade Athlética União Sportiva, Belém Foot-Ball Club, Sport Club do Pará e Sporting Foot-Ball Club.
Após esse primeiro campeonato, as equipes, com excecão do União Sportiva, desapareceram o que impediu a realização do certame em 1909. O campeonato voltou a ser disputado no ano seguinte e o União repetiu o feito, sagrando-se bicampeão. Entretanto, a competição não foi realizada em 1911 e 1912.
A partir de 1913 é que o Campeonato Paraense passa a ser disputado continuamente graças ao surgimento da Liga Paraense de Foot-Ball, fundada com o objetivo de reorganizar o futebol no estado. O título ficou com o Grupo do Remo, fundado em 1905 para a prática das regatas, que o conquistou de forma invicta logo em sua estreia na história do Parazão.
Em 1914 surge o Paysandu Sport Club e sua primeira partida foi justamente contra o Grupo do Remo. Atualmente, os dois clubes são protagonistas do maior clássico de futebol da região Norte do Brasil. O primeiro confronto terminou com vitória dos azulinos por 2x1.
Em 1919, o Remo sagrou-se heptacampeão paraense, feito até hoje inigualável na história do futebol paraense. No ano seguinte, o Paysandu obteve o seu primeiro título estadual e continuou vitorioso até 1923 quando arrebatou o tetracampeonato, dando uma nova dinâmica ao certame. A partir de então, os rivais passariam a revezar as conquistas.
No ano de 1932 o futebol paraense passou pela maior crise de sua história. Após o término do Campeonato Paraense de 1931, foi eleita a nova diretoria da Federação Paraense de Desportos. A decisão não agradou o Clube do Remo que resolveu se desfiliar da Federação, recebendo o apoio de outros clubes que juntos fundaram a Liga Atlética Paraense, mais tarde Liga Esportiva Paraense. Dessa forma, foram organizadas duas competições em 1932, a oficial da Federação, vencida pelo Paysandu e a "pirata" da Liga, ganha pelo Remo. O impasse só foi resolvido quando Remo, Paysandu e Tuna se uniram e criaram a Liga Atlética Paraense.
Na década de 1930 entra em cena a Tuna Luso Comercial. Fundada em 1903, a Tuna se dedicou prioritariamente às regatas até 1915 quando criou o seu departamento de futebol, ainda que de forma amadora. O clube só disputou o seu primeiro Campeonato Paraense em 1933. Seu primeiro título estadual foi o Campeonato Paraense de 1937. Nesse ano a competição foi organizada pela Associação Paraense de Futebol (AFP). A AFP foi substituída em 1941 pela Federação Paraense de Desportos (FPD).
Em 1960, pela primeira vez na história um time do interior disputa o Campeonato Paraense, o Avante do município de Soure. O estreante não fez feio e chegou ao vice campeonato, perdendo o título para o Clube do Remo. Entretanto, uma decisão judicial fez com que a final fosse reeditada mas dessa vez com o ingresso do Paysandu, que eliminou o Avante, porém perdeu o título para o Remo, conhecido na época como o "Duplo Campeão".
Na data de 1º de julho de 1970 foi instalada a Federação Paraense de Futebol que permanece até hoje como a gestora do futebol no estado do Pará. Em 1976, finalmente o campeonato ganha status de estadual com a participação de mais dois clubes interioranos.
A partir dos anos 2000, notou-se uma crescente força dos times do interior como o Castanhal e o Ananindeua, vice campeões de 2000 e 2006. Em 2008, foi comemorado o centenário do Campeonato Paraense e o Clube do Remo sagrou-se campeão. No campeonato de 2009, novamente o interior bateu na trave com o vice-campeonato do São Raimundo. A hegemonia da capital só foi quebrada em 2011, quando o Independente de Tucuruí, tornou-se o primeiro interiorano da história. No seguinte, na 100ª edição do Campeonato Paraense, foi a vez do Cametá superar o Remo decisão.



Primeira Divisão - 2016



Segunda Divisão - 2016



Outras Equipes



 

Fontes:
https://pt.wikipedia.org/wiki/Campeonato_Paraense_de_Futebol
http://www.bolanaarea.com/gal_estaduais.htm
http://www.futebolnacional.com.br
http://www.rsssfbrasil.com/historicn.htm#pa
http://umtimepordia.blogspot.com.br/
http://www.fpfpara.com.br/
http://mosqueirando.blogspot.com.br/
http://ligadesportivaobidense.blogspot.com.br/
 
Última atualização: fevereiro/2016






© Desde 2008 | POR COLEÇÃO DE CLUBES | criado por www.casadaideia.com.br - Todos os direitos reservados.