O Estado

Sergipe é uma das 27 unidades federativas do Brasil. Ocupa uma área de 21.910 km², sendo pouco maior que Israel, e o menor dos estados brasileiros. Sua capital é a cidade de Aracaju.
Cerca de 85% do território está a menos de 300 m de altitude, com predominância de terras planas ou levemente onduladas.
O clima é tropical, mais úmido próximo ao litoral (pluviosidade média anual de 1600 mm na capital, com maior intensidade de chuvas entre janeiro e março) e semi-árido no sertão. Em algumas ocasiões, a seca no Oeste do estado pode se prolongar por quase um ano.
A economia de Sergipe baseia-se principalmente no cultivo de cana-de-açúcar, e suas extensas plantações beneficiadas pelo solo fértil produzem mais de 1,4 milhão de toneladas de açúcar por ano. Ao contrário de muitos estados brasileiros, a criação de gado não é muito importante.
Além da cana, são cultivados a mandioca (617 400 t. por ano), a laranja (14,4 milhões de frutos) e o coco. Uma pequena indústria de couro também existe. Em Sergipe, há o único pólo de exploração de potássio da América Latina, localizado no município de Rosário do Catete, a 35 km da capital. O governo brasileiro tem ampliado a exploração de petróleo e gás natural no estado.
Apesar de ter menor divulgação do que estados como Bahia, Alagoas e Pernambuco, ainda assim há diversos atrativos turísticos no estado, começando pela capital, Aracaju, com destaque para suas praias, como as de Atalaia, Aruana, Refúgio, Náufragos, Robalo e Mosqueiro, todas no litoral sul de Aracaju. Caueira no município de Itaporanga d'Ajuda ao Sul e para Pirambu a 30 km ao norte de Aracaju, cujo acesso ficou facilitado pela construção no ano de 2006 da Ponte Construtor João Alves, que liga a capital Aracaju ao município de Barra dos Coqueiros, que conta com uma base do Projeto Tamar, e para a vizinha cidade histórica de São Cristóvão, antiga capital fundada em 1590. Outra cidade histórica de destaque é Laranjeiras, a 23 km de Aracaju.
Aracajú
Capital

Sergipano
Habitante

Nordeste
Região

21.910 km²
Área

2 242 937 hab
População (2015)

75
Número de Municípios

SE
Sigla

Sergipe



Federação Sergipana de Futebol
Sede: Aracajú (SE)
Fundação: 10 de novembro de 1926
Web: www.fsf-se.com.br

  • Equipes

    85

  • Escudos

    62

  • Estádios

    39

  • Uniformes

    106

  • Mascotes

    29

  • Finalizados

    100%

Os Pioneiros - Oficialmente tudo começou em 1918 com a fundação da primeira entidade organizada. Antes, nas inúmeras tentativos para a difusão do futebol em Sergipe, muitos pioneiros idealistas perpetuaram seus nomes na história do futebol sergipano, fruto da abnegação pela causa que abraçaram. Há um século esses heróis suportaram o descrédito e a ignorância de uma época em que as pessoas viviam arraigadas de preconceitos. Muitos sucumbiram no meio do caminho, vencidos pelos inúmeros obstáculos na implantação do futebol, esporte considerado “para vagabundos”!
Um desses pioneiros foi o major Crispim Ferreira, do 26° Batalhão de Infantaria, sediada em Aracaju. Foi ele quem organizou a primeira demonstração pública do futebol em Aracaju, em setembro de 1907, na praça General Valadão. Incansável na sua luta para difundir o “esporte bretão” na capital sergipana, Crispim Ferreira continuou por algum temo arregimentando soldados e recrutas daquela guarnição militar para praticar o futebol no improvisado campo da praça Valadão – que ficava defronte do Quartel.

O pimeiro clube - Mas, em 1909, um moço nascido em Lagarto, que residiu durante três anos em Salvador, voltava para Aracaju com a firme idéia de fundar um clube para a prática do futebol. Era Mario Lins de Carvalho, um garoto de 17 anos de idade. Convidou para a “árdua missão” o amigo Carlos Baptista Bittencourt e, ambos passaram a procurar adeptos para a fundação do primeiro clube de futebol em Aracaju. Após meses, uns grupos de rapazes reuniram-se na casa de Bittencourt – na rua de Maruim – e fundavam o "Sport Club Lux", cujo nome foi logo mudado para "Club do Football Sergipano". Suas cores eram vermelha e branca. Para a sede foi escolhida a residência de um dos fundadores, João Rocha, situada à rua Laranjeiras 123. O local escolhido para os treinos, foi a Praça do Palácio (atual Fausto Cardoso). Campeonatos e Ligas - O primeiro campeonato de futebol em Sergipe foi realizado em 1918. A disputa, organizada pela "Liga Desportiva Sergipana", teve 4 equipes: Cotinguiba, 41° Batalhão FC, Sergipe e Industrial.
O Continguiba sagrou-se campeão, vencendo o Sergipe por 2x0 no jogo final. Em 1919 não houve campeonato. De 1920 a 1948 os jogos tiveram como palco o "Adolpho Rolemberg", considerado um dos melhores estádios do norte nordeste, segundo os jornais da época. Em 1927 foi organizada uma nova entidade, a "Liga Sergipana de Esportes Atléticos", com apenas 3 clubes filiados: Associação Atlética, América e Palmeiras, enquanto a Liga Desportiva Sergipana tinha 4 clubes filiados: Sergipe, Brasil, Cotinguiba e Aracaju.
Em 1928 a Liga Sergipana de Esportes Atléticos passou a comandar completamente o futebol sergipano, com a dissolução da Liga Desportiva Sergipana, e a consequente filiação de seus clubes à Liga recém-criada. E em 1931 mais 8 clubes filiaram-se à LSEA (Vasco, Guarani, Paulistano, Palestra, Vitório, Siqueira Campos, 13 de Julho e ETEA). A partir de 1936, o campeonato sergipano passou a contar com clubes do interior, sendo o primeiro o Ipiranga, da cidade de Maruim.
Em 1939 foi organizado o campeonado com a "Divisão do Interior", composta por 4 clubes filiados (Ipiranga, Riachuelo, Socialista e Laranjeiras), e a "Divisão da Capital". O Ipiranga foi o campeão do interior e o Sergipe foi o campeão da capital. Na disputa em "melhor de 3 partidas" entre os dois, o Sergipe sagrou-se campeão absoluto de 1939, com dois gols na prorrogação do jogo decisivo. Entretanto o Ipiranga entrou com recurso na Liga contra o Sergipe, que incluiu o jogador Renato Vieira, inscrito na Liga Paulista. Consultada, esta confirmou por ofício a denúncia do clube maruinense. Desta forma, a LSEA proclamou o Ipiranga "Campeão do Estado de Sergipe" de 1939. Esta forma de disputa perdurou até 1958.
Em 1959 o campeonato foi realizado por zonas: Leste (capital), Norte, Sul e Centro. Os cinco melhores da capital juntaram-se aos campeões das zonas do interior e realizaram, em 2 turnos, o Campeonato Sergipano. Em 1960 foi instituído o regime misto- profissional, sendo realizado o primeiro campeonato de profissionais naquele ano. Em 1970 começou a "Era do Batistão", inaugurado em Junho de 1969, com capacidade para 25.000 pessoas. Na década de 70 a média de púbico pagante no Batistão era de 8.000 pessoas. No campeonato de 1980 foi instituído o Acesso e Descenso.

A Federação -
A Federação Sergipana de Futebol foi fundada em 10 de novembro de 1926, com a denominação de Liga Sergipana de Esportes Atléticos. A partir de 10 de novembro de 1941 denominada Federação Sergipana de Desportos, e por decisão da Assembléia Geral Extraordinária realizada em 20 de janeiro de 1976, Federação Sergipana de Futebol.



Série A1 - 2016



Série A2 - 2016



Outras Equipes


 

Fontes:
https://pt.wikipedia.org/wiki/Campeonato_Sergipano_de_Futebol
http://www.bolanaarea.com/gal_estaduais.htm
http://www.futebolnacional.com.br
http://www.rsssfbrasil.com/historicn.htm#se
http://umtimepordia.blogspot.com.br/
http://www.fsf-se.com.br/
 
Última atualização: março/2016






© Desde 2008 | POR COLEÇÃO DE CLUBES | criado por www.casadaideia.com.br - Todos os direitos reservados.